Geraldo Magela de Oliveira

Contato

Uma vida de EXCESSOS ou Excesso de vida alheia? - Crônicas do Oliver

Crônicas do Oliver

Uma vida de EXCESSOS ou Excesso de vida alheia?

Olá,

Ouvi uma história sobre um sujeito guloso por carne e beberrão. Porém o mesmo levava uma vida pacata e não incomodava a ninguém e só prejudicava a si mesmo. Até que um dia seus vizinhos sem motivo algum passaram a persegui-lo em virtude de seus excessos. O mesmo sem se sentir incomodado com aquilo, continuou sua vida na mesma toada. Até que um dia veio a ser hospitalizado. Sua vizinhança, então passou a critica-lo mais ainda, como se tivessem algo com a vida dele e o pior sem se preocupar com a saúde do mesmo. E infelizmente eram somente críticas e não propostas de mudança para o homem. Nesta história vemos o quanto as pessoas estão preocupadas com a vida dos outros. Em momento algum e sem fazer juízo de valor deveríamos condenar as atitudes deste homem. E se assim for, quem somos nós para dizer o que é bom ou mal para os outros? Por acaso olhamos nossas vidas antes de olhar a dos outros? Somos irrepreensíveis em nossa conduta? As pessoas que julgavam este homem, com certeza assim se sentiam. Por isso, hoje e sempre temos que olhar a todos que nos rodeiam com olhar de misericórdia e amor. Porém, infelizmente hoje nos colocamos como juízes e carrascos de quem não anda pela nossa cartilha. Agimos como se fossemos os donos verdade e zeladores da moral e do bom costume e sem nada contribuir para a mudança. Tão somente criticamos tudo e todos que são diferentes de nós. É tempo de nos recolher à nossa insignificância e enxergar que há um mundo a nossa frente e pessoas que, apesar de não acharmos, são muito melhores que nós. Seja na conduta ou em capacidade. E que as lições que a vida nos dá sirvam para nosso aprendizado e tenhamos algo bom e valoroso para deixar de exemplo aos nossos filhos. Ou preferimos ser conhecidos por eles como seres hipócritas e sem amor ao próximo? O tempo da ignorância já passou a partir do momento em que nossos olhos e ouvidos foram abertos pelo chamamento Divino q portanto, peço que O Eterno Nosso D'us em sua infinita grandeza tenha misericórdia de nossas vidas e nos dê mais uma chance de mudança. Porque o que mais precisamos hoje é de mudar nossos conceitos e comportamentos. Sendo hoje o primeiro dia do resto de nossas vidas, mudemos para melhor.

E na certeza que devemos e podemos mudar digo amém.