Geraldo Magela de Oliveira

Contato

Um pensamento SUBLIME - Crônicas do Oliver

Crônicas do Oliver

Um pensamento SUBLIME

Olá,

Enquanto divagava por pensamentos sutis e verdadeiros tive a oportunidade de me lembrar de uma viagem maravilhosa que fiz há muitos anos. Fui a um local chamado por muitos de místico e entre lagos, cavernas e cachoeiras pude ver o esplendor da criação Divina. Este lugar de uma beleza incomparável e repleto de maravilhas me proporcionou um dos melhores feriados prolongados de minha vida e que apesar de toda a beleza do lugar, eu por muito tempo tentei esquecer. Tentei esquecer por que apesar de ter sido uma viagem maravilhosa, a mesma ocorreu em um período extremamente difícil em minha vida. Um mal sem explicação surgiu e levaram quatro anos para ser identificado e mais um para tratamento. Durante este período quase morri ao desmaiar em uma avenida, sofri crises intensas e apesar de estar com alguém eu me sentia só. Sentia-me por causa de uma confusão mal resolvida que me levou a perder a pessoa que eu amava. Foi duro conviver com isso e a doença somente ajudou a me afundar mais ainda. O resultado? Quarenta e cinco quilos a mais e uma vida de sofrimento que não parecia ter fim. Muitas dores, internações, dias e dias deitado em uma cama de hospital olhando para o teto e imaginando o que ainda iria vir. Então, esta viagem que deveria ser um tempo de espairecimento diante de tudo o que eu passava, deveria trazer-me a paz almejada. Ledo engano, apesar de nestes dias a doença ter dado a mim um repouso, o coração continuava doente. Doente por enxergar que algo tão bom em minha vida havia se perdido e o pior de tudo. A culpa em grande parte era minha. Sim. Era minha por ter acreditado em quem não devia. Minha por dar ouvido às fofocas sem fim de pessoas que somente queriam destruir a vida dos outros em prol de um propósito que D'us não deixou que se realizasse. Assumi minha culpa e pude ver com o tempo a doença ir embora, os quilos se foram bem devagar e a vida voltou a uma normalidade que apesar de não ser a desejada, veio a contento para melhorar os meus dias. Um novo amor apareceu e me foi dada a oportunidade de crescer como pessoa e profissional novamente. Aquele amor? Hoje pertence a outro coração e em mim ficou a lembrança dos dias maravilhosos que foram passados. As experiências vividas e as alegrias compartilhadas. O melhor de tudo foi ter o privilégio de acordar um dia e ao conversar com este amor, perceber que apesar de termos caído em uma trama ordinária, crescemos e hoje somos grandes amigos, pois D'us em sua infinita bondade e misericórdia nos ensinou que o perdão é algo puro e que deve ser distribuído de forma irrestrita. Não importa a dor que você sentiu. Uma vez que você perdoa o seu coração se torna mais leve e o mundo ao seu redor se revela repleto de luzes e flores por onde você passar. Assim aconteceu conosco e em mim foi perdida aquela vontade de esquecer aquele lugar. Perdida porque ao encontrar o desejo de perdoar e tomar esta atitude, minha vida se transformou em algo muito melhor e pude valorizar ainda mais as maravilhas que nos foram postas à mesa da vida.

Na certeza de que como servo de D’us posso melhorar muito e assim ser merecedor de suas maravilhas, sigo em frente rumo ao único caminho viável. Os caminhos de D'us.