Geraldo Magela de Oliveira

Contato

Um Homem em seus SURTOS Esporádicos - Crônicas do Oliver

Crônicas do Oliver

Um Homem em seus SURTOS Esporádicos

Olá,

Sabe aqueles dias em que você anda tão nervoso e bravo que não consegue se olhar no espelho? Pois. Tenho vivido muitos deles. Infelizmente esta situação pandêmica em nosso país e no mundo, tem tirado a nossa liberdade de forma assustado. O direito de ir e vir já não é mais um direito. As resenhas com os amigos se tornaram salas de bate papo virtuais. As Festas de aniversário são comemoradas com no máximo dez pessoas e os cultos a D'us também se tornaram virtuais. O resultado de tudo isso, é uma saraivada de emoções contrárias que nos fazem repensar o sentido de estarmos vivos. Mas ao mesmo tempo nos leva a crer que tudo isso tem um propósito. E nessas idas e vindas de um pensamento variado, nos tornamos reféns de nós mesmos a tal ponto de ficarmos estressados. Ao ficarmos estressados, o nervosismo toma conta, a pressão sobe, o coração dispara, as pernas bambeiam e quando damos conta estamos estirados ao chão a espera do Serviço Médico de Urgência. Pois, antes da Pandemia isto aconteceu comigo. Em um momento estava bem e no segundo seguinte estava estirado ao chão. A partir deste momento minha vida mudou drasticamente. A pressão tem que ser controlada diariamente, as idas ao médico ficaram mais constantes e o dia a dia ficou diferente. Diferente porque fui obrigado a mudar todos os meus hábitos. Um deles foi ter que aprender a não reprimir meus sentimentos não importando o que fossem. Tive muito trabalho para me adequar a isto. Porém encontrei uma forma interessante de lidar com tudo isso. Resolvi surtar um pouco a cada semana. Sim, um surto semanal tem trazido melhoras constantes em minha vida. É um grito aqui. Uma chuva de impropérios ali e o dia a dia tem ficado mais leve. Mas, o melhor de tudo são os gritos pela rua afora como se não houvesse ninguém por perto. O interessante é que as pessoas estão tão ensimesmadas que mesmo você gritando como um louco pela rua, elas não te notam. Infelizmente a frieza está tomando conta das pessoas de tal forma que não conseguem enxergar além do próprio umbigo. E assim caminha a humanidade para um deserto sem fim. Um deserto que tem se tornado comum na vida das pessoas e elas não têm sido capazes de identificar e muito menos retirar a aridez e esterilidade de suas vidas. Por isso, oro a D'us que transforme o nosso ser para que possamos identificar os momentos de frieza em nós para que sejam transformados em imensos bolsões de calor humano e bondade pelo próximo. Assim então, seremos transformados em terras férteis que ao serem semeadas gerarão flores para embelezar a vida das pessoas e frutos para alimentar a humanidade com o Amor de D'us. Diga para você mesmo que quer ser mudado e D'us te transformará em alguém muito melhor.

Para isso, basta uma frase "Eis-me aqui Senhor, usa-me a mim".

Assim a humanidade deixará toda sua secura e transformará em um lugar melhor para se viver.

ue quero ser usado e digo a D'us para me usar, continuo na esperança de um dia muito melhor.