Geraldo Magela de Oliveira

Contato

Um corpo em BATALHA - Crônicas do Oliver

Crônicas do Oliver

Um corpo em BATALHA.

Ola,

Já pararam para pensar em nossos corpos e almas? Da maneira em que vivemos e nos comportamos? De onde vem a nossa dualidade? Pois, o nosso corpo pode ser comparado a um país governado por um déspota que é o nosso cérebro. Porém, dentro deste mesmo país existem outros que querem tomar o poder uma vez que estão inconformados com as decisões do rei. O rei por ser racional tem a seu modo um governo no qual age com mão de ferro. Dentro destes domínios há um governador de província que é mais humano e pensa mais nos povos que ali habitam. Este é o coração, que por sua vez toma algumas decisões precipitadas e em muitos casos quase põe tudo a perder. Ainda há a alma, esta sim tenta trabalhar de forma a unir estes dois rivais. Mas, nem sempre suas investidas dão certo, uma vez que os outros dois quase sempre estão se digladiando em busca do poder supremo. A alma por si mesma também tem a sanha do poder e em muitos casos briga consigo mesma tendo o seu lado Divino em conflito constante com o seu lado animal. Porque estou falando isso? Falo porque o mundo em que vivemos atualmente não é diferente deste país. Vivemos em uma época na qual os valores são governados muitas vezes por seres estranhos em nossos corpos. Sim, muitas vezes queremos fazer o que é certo, mas basta uma palavra em outro sentido e lá nos vem a dúvida de como proceder. E ao não sabermos como proceder, muitas das vezes caímos em ciladas armadas pelo nosso corpo e principalmente pelo inimigo de nossas almas Não estamos aqui para julgar atitudes e comportamentos. Queremos chamar a atenção para nós mesmos e buscar sintonia em nosso corpo. Não podemos ser somente racionais e nem tampouco passionais como nosso coração teima em ser. Precisamos lutar contra esta dualidade de nossas almas encontrando um ponto de equilíbrio em nossas decisões. Para isto devemos buscar o conselho de quem que acima de tudo e todos conhece profundamente o nosso ser. Devemos clamar Ao Altíssimo por uma vida ponderada e repleta de amor sem perder a racionalidade. É impossível? Não. Fácil? Nem sempre. Porém com uma vida dedicada ao servir a D'us de todo nosso coração e entendimento, com certeza trará sobre nós um equilíbrio emocional que, nos fará transpor todas as nossas dúvidas e dificuldades em um piscar de olhos. Tudo isso porque estaremos sob o governo de quem tudo enxerga e que nos ama de forma incondicional. O Nosso D'us.

Na certeza de que por Ele sou amado.