Geraldo Magela de Oliveira

Contato

Um barulho diferente - Crônicas do Oliver

Crônicas do Oliver

Um barulho diferente

Olá,

Sabe aqueles dias em que você acorda sorrindo ao ver o quão maravilhoso está a manhã? Neste dia um sol a brilhar intensamente iluminando pela fresta de sua janela e mostrando a você o quão você é especial dentre toda a criação. Sim, você se sente especial. Afinal D'us criou todas as maravilhas da terra e somente depois criou o homem para usufruir delas. Não por acaso, eu acordo todos os dias a ouvir pássaros cantando sobre a palmeira próxima a minha janela. É a mais bela sinfonia que alguém pode querer ouvir. Logo após o barulho da água caindo da ducha, o chilrar da cafeteira a preparar a melhor bebida de todas, fazem com que nos sintamos cada dia mais vivos. Assim começa mais um dia repleto de esperança onde os planos desenhados nos dias anteriores têm grande chance de se tornarem viáveis e assim serem executados. Ao sair de casa o barulho do motor e o trânsito caótico da manhã passam ao largo devido a sua certeza de que o dia será belo, pois sua alegria está nas maravilhas que D'us criou e estão ao seu dispor. Porém é chegado um momento em que você começa a sentir falta de algo. Em um primeiro momento devido a correria da manhã você não percebe. Mas um primeiro telefonema e você já sabe o que lhe faz falta. Falta ouvir aquela voz especial que te faz arrepiar o corpo inteiro. Aquela voz que te alegra a manhã e te faz sentir a mais feliz das pessoas. Só que a ligação é interrompida por uma reunião e você fica sem a ouvir. O dia passa e as conversas por mensagens vão te tomando o dia e aquela voz nada de vir. A frustração começa a fazer parte daquele dia que se avizinhava tão lindo e especial, e então passa a ser um dia qualquer por não termos ouvido aquele barulho diferente que faz o nosso coração bater mais acelerado, que faz nossas pupilas dilatarem e nossas pernas ficarem parecidas com marias moles. Mas o dia não terminou e a esperança ainda faz o coração bater. E assim no caminho de casa ouvindo aquela canção que faz lembrar aquela voz, a certeza de que hoje não a ouvirá. Quem de nós já não passou por uma situação parecida? Ouvir a voz de D'us não é algo fácil. É preciso em primeiro lugar que estejamos prontos para ouvi-la. Para isso, é preciso contemplar diariamente todas as belezas que são postas diante de nós e principalmente saber apreciar a grandeza de tudo o que nos é dado de forma gratuita por D'us. Hoje não ouvi sua voz. Mas a esperança de ouvi-la amanhã e por todos os dias é que me faz crer em um futuro cada dia melhor. E este futuro que é governado pelo Altíssimo é algo que faz a todos nós sermos quem somos. Seres humanos carentes de Amor e sedentos por algo mais que a simples esperança.

Sedentos pela plenitude que só o Amor pode nos proporcionar.