Geraldo Magela de Oliveira

Contato

Razão de ser - Crônicas do Oliver

Crônicas do Oliver

Razão de ser

Olá,

O que nos faz pensar quando ouvimos a palavra razão? Ela tem muitos significados. Capacidade de aprender, compreender, ponderar, julgar e também um sentimento contrário a emoção. Tem pessoas que se acham senhores da razão. Dizem que estão certos em tudo aquilo que pensam e temos líderes e pastores que não aceitam um pensamento diferente do seu. Pois sua revelação é melhor e mais bem definida que as dos demais mortais. Se a razão é fruto de um desenvolvimento do raciocínio, porque então as demais não tem valor? Creio eu em minha insignificância que D'us nos fez capazes de raciocinar para adquirirmos um equilíbrio maior em nossos pensamentos. Não somos frutos de uma máquina burra, somos criaturas pensantes e capazes de discernir entre o certo e o errado. O tempo da ignorância já passou. Não adianta vir nos dizer que devemos seguir aqueles que têm a maioria. Ser popular não significa que seja verdade absoluta. O fenômeno das pseudo e sub-celebridades é prova disto. Uma certa celebridade com milhares de seguidores na internet dá sua opinião sobre um tema e logo aquilo se transforma em verdade e aí daquele incauto que discordar. É sumariamente execrado pelos seguidores e em alguns casos até processo judicial enfrenta. Mas, isto acontece porque deixamos de pensar, de evoluir nossas mentes em busca da verdadeira razão, para seguir pensamentos torpes que nos fazem economizar nossa massa cinzenta. Deixamos de pesquisar para ouvir somente aquilo que nos dizem. No meio cristão isto também acontece. Pastores pop stars, que são mais ouvidos do que aquele pastorzinho da igrejinha lá da periferia. Infelizmente a revelação deles é superior a dos pequeninos. O problema é que não valorizamos quem está perto de nós. Somente damos valor àqueles que estão longe e que não tem conhecimento de nossa existência. "Só em sua própria terra, entre os seus parentes e em sua casa é que um profeta não tem honra." Mc 6:4. Portanto, seria muito bom que déssemos ouvido à razão e parássemos de julgar e condenar aqueles que estão ao nosso redor e cujas opiniões divergem das nossas. Que sejamos capazes de aprender a lidar com aqueles que não comungam do nosso pensamento. É hora de sermos mais tolerantes e menos perniciosos. Se formos servos de D'us, devemos amar e não julgar. O Senhor é nossa razão de existir e sem Ele não somos nada além de vermes.

Na alegria de servir e ser servo.