Geraldo Magela de Oliveira

Contato

Onde anda nossa Autoestima? - Crônicas do Oliver

Crônicas do Oliver

Onde anda nossa Autoestima?

Olá,

O que nos faz ser tão dependente de outros? Já repararam que em sua grande maioria, as pessoas não conseguem tomar decisões ou mesmo seguir adiante em algum projeto sem ter que consultar várias pessoas ou até mesmo não ir adiante sem que outros os ajudem? Não digo que somos totalmente independentes e autossuficientes a ponto de não precisarmos de ninguém. Porém não podemos ser subservientes todo o tempo a todos que nos rodeiam. Devemos sim, pedir conselhos quando não sabemos o caminho correto a seguir. Devemos pedir ajuda até mesmo braçal, se não temos força o suficiente. O que não podemos e depender de tudo e todos a todo tempo. Isso me remete a algo que ouvi em uma ministração já há algum tempo. O ministrante em questão fazia questão de frisar que a ovelha não poderia tomar decisões sem consultar o seu líder. Tudo bem que os líderes estão ali para aconselhar e cuidar das ovelhas, porém como todo ser humano, são falíveis e, portanto não são donos da verdade. Como liderança, temos que incutir naqueles que nos seguem, um perfil de liderança e independência, criando neles uma capacidade maior de entendimento e percepção de tudo o que lhes está adiante. Temos que mostrar a eles que sua capacidade de crescimento está intrinsecamente ligada à sua autoestima. Quanto maior for sua autoestima, maior será sua capacidade de lidar com os deveres, com as agruras e todas as dores que se põem diante deles. Uma ovelha capacitada e de bem com a vida, é e sempre será uma ovelha que dará bons frutos. Somos chamados para sermos servos e semeadores da Palavra de D'us e como tal temos a imensa alegria de ter a oportunidade de gerar novas vidas para o rebanho Do Senhor. Então que sejamos capazes de discernir até onde devemos ser dependentes de alguém e se tivermos que estar na dependência, que esta seja Do Altíssimo. Pois Ele, com certeza nos guiará da maneira e no caminho que devemos seguir.

Na certeza de que a verdadeira dependência é a espiritual e o sentimento de amor dessa atitude mudará nossos conceitos e vidas.

Que sejamos mais servos e verdadeiros na alegria da caminhada para os braços Do Pai.