Geraldo Magela de Oliveira

Contato

O SILÊNCIO da Alma e seu poder - Crônicas do Oliver

Crônicas do Oliver

O SILÊNCIO da Alma e seu poder

Olá,

Estamos passando por um tempo por um período de Pandemia em nosso país e no mundo. Durante estes dias por causa desta doença, fomos privados de algo muito importante para nossas vidas diárias. Sem carros, ônibus e motocicletas em excesso nas ruas, fomos brindados com algo muito mais precioso. O Silêncio. Sim, da varanda da empresa em que trabalho, quase nunca se pode falar ao telefone e, no entanto nestes dias era como se estivéssemos no campo. Está sendo um tempo maravilhoso, no que se diz respeito ao silêncio. Apesar de em contraponto estarmos perdendo amigos por causa da doença, não consigo parar de pensar naquilo que tanta falta nos faz. Há muito não conseguia conversar com colegas de empresa sobre assuntos triviais, não conseguia encontrar meus irmãos sem que o assunto gerasse algum tipo de discussão. Será que estamos mudando? Ainda é muito cedo para assim chamar, mas de qualquer forma creio que algo de bom pode sair deste período. Sim. Como seres humanos temos a imensa capacidade de nos reinventar a cada dia. Só que infelizmente temos nos reinventado para pior. Ficamos mais egoístas, menos tolerantes, mais gananciosos, menos amorosos, mais orgulhosos e soberbos e perdoamos cada dia menos, isso quando perdoamos. Pois na nossa infinita capacidade o perdão não está incluído entre os substantivos e atitudes mais usados. Mas, por que isso acontece? Acontece porque deixamos que os barulhos externos tomem conta de nossos corações e mentes. Andamos com o ego tão inflado que por mais que nossas almas busquem no silêncio a capacidade de melhorar, não encontra sucesso. E só não encontra porque teimamos em achar que nossas capacidades intelectuais e espirituais são maiores do que a de todos que convivem em nosso entorno. É hora de nos reencontrarmos como pessoas e seres humanos, é hora de deixar a humildade entrar em nosso ser, é hora de esvaziar nosso ego e a nós mesmos e deixar entrar a presença de D'us em nossas vidas. Somente assim poderemos encontrar no silêncio os valores que tanto procuramos e somente não encontramos por causa de nós mesmos. Então, vamos aproveitar este tempo de pandemia aonde o ir e o vir estão prejudicados, onde o ficar em casa para quem pode é o ideal e valorizarmos os momentos em família. É hora de se achegar a si mesmo e encontrar no seu lar todo o conforto que necessita. Não precisamos buscar fora aquilo que temos em abundância dentro de nossas casas. Se te faltam amor e paz dentro de seu lar, pergunte a si mesmo em primeiro lugar se você trás este amor e esta paz que procura. Queremos ser felizes? Primeiro façamos felizes aqueles que amamos e assim eles terão motivos de sobra para nos fazer o mesmo. Vamos mudar a nós em primeiro lugar e assim daremos motivos para que aqueles que nos rodeiam mudem também.

Na certeza de que sou capaz de transformar o mundo através de meu silêncio interior, creio que amando e respeitando a todos e ao Nosso D'us farei diferença nesta terra deixando um legado através dos séculos.

E lembre-se por maior que seja o poder de uma canção, ela não pode nem deve ser comparada a beleza e ao poder do silêncio. Se quisermos ouvir a D'us, busquemos através do silêncio de nossas almas.