Geraldo Magela de Oliveira

Contato

O que é esta Liberdade? - Crônicas do Oliver

Crônicas do Oliver

O que é esta Liberdade?

Olá,

Podemos dizer hoje que somos livres? Ou simplesmente temos uma sensação de liberdade? Mas, o que é liberdade? Se fossemos ouvir o que os grandes filósofos diziam, poderíamos dizer que livre é aquele que não está sob o jugo de alguém, que age segundo seu pensamento e consciência, que é espontâneo e que não se rege pela casualidade do mundo material. Mas, e nos dias de hoje quando vivemos em um mundo extremamente materialista, apegados de sobremaneira aos valores materiais e não aos espirituais? Muitas vezes sentimos que essa liberdade é algo que nem em nossos mais realizáveis sonhos, poderia ser alcançada. Infelizmente a raiz do ser humano é materialista e tende a se deixar levar por todas as coisas que se mostram boas e que podem nos levar a uma escravidão de certa forma prazerosa. Prazerosa sim, porque não sentimos que estamos aprisionados, muito pelo contrário, vivemos e alardeamos o quão boa é a sensação de estar sobre este jugo pecaminoso e servil. Porém, devemos nos lembrar a que viemos neste mundo. Se não sabemos ainda, não tenhamos vergonha, pois O Senhor Nosso D'us tem um tempo e momento exato para nos mostrar, quem somos e para onde iremos. Devemos estar preparados para, no momento certo reconhecer que um sacrifício foi feito pela nossa liberdade. Foi pago um alto preço pelo fim de nossa escravidão. Preço de sangue. Então ao invés de estarmos hoje preocupados com as pseudo-riquezas que se colocam à nossa frente, deveríamos lembrar que fomos feitos para ser humildes e livres. Não podemos nos deixar escravizar pelo pecado. O pecado é algo que se coloca a nossa frente em todos os momentos de nossas vidas e a luta para vencê-lo é constante. Portanto, não se preocupe em demasia se você pecou hoje. Arrependa-se verdadeiramente, peça perdão a D’us e todo o jugo será retirado de sua vida. Mas, seja vigilante. Por que o mundo secular que se coloca diante de nós como algo maravilhoso e digno de ser vivido. Porém deixa um sabor amargo em nossas vidas. O prazer momentâneo deve ser substituído pela maravilhosa alegria de sermos chamados à mesa do Criador, onde nosso nome estará escrito no espaldar de cada uma das cadeiras. Que sejamos puros e imunes às ilusões do pecado, prontos a sermos comissionados na grande obra Do Eterno. Que na hora certa sejamos chamados por servos bons e fieis e assim dignos de entrarmos no gozo do Criador nosso. Que na nossa vida, corações e mentes, somente haja espaço para a beleza da Palavra de D'us.

Assim, seremos verdadeiramente livres em Cristo que se deu por nós.

Na certeza que sou livre e na alegria da liberdade de meus irmãos.