Geraldo Magela de Oliveira

Contato

Igualdade na Igreja. Padrão ou Ilusão? - Crônicas do Oliver

Crônicas do Oliver

Igualdade na Igreja. Padrão ou Ilusão?

Olá,

Muito se fala hoje em igualdade. Igualdade de direitos entre raças diferentes, entre homens e mulheres, maiorias e minorias e até em igualdade de gênero. Direitos, todos nós os temos sem exceção, porém também temos deveres. Dever de respeitar o nosso próximo, o nosso irmão, nossos pais, mestres e autoridades. Mas, o que fazer quando nosso direito não é respeitado? Se não somos tratados em forma de igualdade entre nossos pares. Na comunidade que frequentamos, nem sempre são todos tratados da mesma maneira. O viés político também entra em cena nas igrejas. Onde deveria haver justiça e igualdade, há uma "boa vontade para com aquele que dá a maior contribuição, que é mais próximo da liderança, os familiares da liderança e os puxa-sacos, são tratados com maior benevolência na hora da distribuição de cargos. Infelizmente aquela que devia ser a mais igualitária das sociedades, foi inundada pela hipocrisia e pela ganância. Os direitos dos servos e suas atribuições no Reino de D'us, não são designadas por aclamação espiritual. Virou somente um jogo de poder, onde o mais forte politicamente vence em detrimento da unção imposta por D'us. Mas, quando se fala sobre este assunto numa igreja, todos são tratados de forma "igual", da boca para fora. E não é levado em conta o que está escrito,"Nisto não há judeu nem grego; não há servo nem livre; não há macho nem fêmea; porque todos vós sois um em Cristo Jesus. Gálatas 3:28 . E nós como igreja, temos a obrigação de mudar para que possamos voltar a ser a noiva escolhida. Porque, se permanecermos agindo sem essa igualdade, nunca teremos o direito de estar junto ao Cordeiro em suas bodas. Já passa da hora, de a igreja se converter verdadeiramente de seus maus caminhos e voltar seu olhos, corações e mentes para D'us. A era Messiânica está breve e é chegada a hora de nos prepararmos. Sejamos como virgens prudentes e sensatas. Que os desvarios de nossas mente e corações, sejam apenas momentâneos. Que a verdadeira Palavra de D'us e seu Amor, permaneçam para sempre em nossas vidas e no centro da vontade da igreja.

No amor de D'us e na sua justiça.