Geraldo Magela de Oliveira

Contato

Em busca do PAR Perfeito - Crônicas do Oliver

Crônicas do Oliver

Em busca do PAR Perfeito

Olá,

Por estes dias estava lendo o livro de Esther e me deparei com algo que ainda não havia percebido. Apesar de a história contar sobre a vida da Rainha Esther e sua vitória alcançada conta Haman, resolvi me apegar a outro personagem também muito importante. O Rei Assuero logo no início do livro resolve mostrar a todos que estavam presentes em seu banquete o quanto sua mulher a Rainha Vasti era linda. Porém, não contava ele que além de linda sua rainha era teimosa e se recusou a ir se mostrar aos convivas do Rei. O resultado é o sabido por todos aqueles que leram. Vasti foi destronada e exilada. O Rei então como todo homem, não consegue e nem deve ficar sozinho. Assim diz a Palavra em Gn 2:18: Disse mais o Senhor Deus: "Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma ajudadora que lhe seja idônea.". E o homem então não mais parou de buscar seu par. Com Assuero não foi diferente, ao se ver livre de sua rainha começou a sentir-se só. Ao começar a procurar se deparou com uma questão. Como um rei procura uma esposa? No caso dele foi contornado por seus sábios que o induziram a buscar entre todas as virgens do reino. Uma dessas moçoilas seria escolhida após se deitar com Assuero. Um tanto injusto haja visto que o rei tiraria a virgindade de quantas moças quisesse na busca de sua rainha. Mas, conosco não é tão diferente. Muitos de nós fizemos teste drive nas mocinhas de nossa juventude. Mas em nosso caso o intuito era de diversão e vaidade. Por sorte, obra do destino, acaso ou na verdade mão de D'us, essas mocinhas de nossa juventude em sua grande maioria eram bem preparadas e não se deixaram levar pela vida. Mas, o mesmo infelizmente não se pode ver hoje. O que vemos hoje são mocinhas imberbes com dois ou mais filhos que em alguns casos são de bandidos como um relato ouvido por estes dias. Estas mocinhas se deixaram levar por uma vida de um pseudo glamour ostentado pela bandidagem. Bandidagem esta que é endeusada por uma elite intelectual que vive às custas da mesma. Pois, é chegado o tempo de trazer luz novamente às trevas em que se encontram nossa juventude. A busca pelo amor, pelo par perfeito deve levar em conta os verdadeiros sentimentos e não somente o prazer. O prazer é bom? Não. O prazer é ótimo, mas com ele vêm as responsabilidades que nem sempre estamos dispostos a suportar. Não pare de buscar seu par perfeito. Apenas busque no local e maneira certa. Busque dentro de seu coração e não com seus olhos. Busque com a profundidade de sua Alma e não com seu estômago. Sim, o seu estômago pode te pregar peças e quando dele falo não é da fome. Falo do frio na barriga ao ver alguém se aproximar. Este frio pode saciar sua fome por alguns instantes, porém pode derrubar todos os seus projetos futuros. Não desista de sua busca, somente passe a buscar de forma diferente.

Porque eu creio que a busca verdadeira é inspirada por D'us e que assim encontrarei meu objetivo.

Sirvo sempre aquele que um dia me chamou.