Geraldo Magela de Oliveira

Contato

E Aarão foi Salvo? - Crônicas do Oliver

Crônicas do Oliver

E Aarão foi Salvo?

Olá,

Como sempre, falar de D’us e sua maravilhas, nos elevam a um plano superior onde a pureza de Sua Magnífica Presença nos faz sentir como seres especiais em sua obra. No entanto, em um debate sobre a Palavra de D'us com um grande amigo e irmão, entramos em um tema que foi discutido por ele e seus discípulos durante um culto de estudo na congregação da qual este amigo é líder. Estavam a falar de Nadav e Aviú, filhos de Aarão em especial no momento no qual os mesmos levaram fogo estranho ao Santo dos Santos e em consequência, foram mortos imediatamente. O debate em questão foi pelo tema da salvação. Os dois filhos de Aarão foram para o céu? Se pensarmos na lógica Cristã da atualidade e em suas ministrações e ensinamentos, com certeza eles não foram para o céu. Porém eu pergunto, onde está a misericórdia divina? E mais, se for assim, Uza filho de Avinadav também não foi. E se formos um pouco mais além, Moisés, Aarão, Miriãm e muitos outros não teriam direito à Salvação de D'us. Não encontrei em nenhum lugar da Bíblia, um texto, versículo ou mesmo uma pequena frase, onde está escrito que teremos que ter uma vida 100% reta e sem nenhum pecado para termos direito à salvação. Nós como seres humanos, temos em nosso ser uma índole pecaminosa e nem por isso somos imediatamente destituídos da glória e da Salvação Divina. Erramos todos os dias. Kefa ou Pedro negou a Jesus por três vezes, Paulo era um assassino de cristãos, Davi mandou matar um rival que era marido de sua amante e Moisés que feriu a Pedra Angular em vez de falar à mesma Isso sem falar de Jesus que em um momento de ira ao atacou e derrubou as mesas dos cambistas e tendas dos comerciantes que negociavam no átrio do Templo. Se D'us fosse agir conforme o que é ministrado e ensinado nas igrejas, nenhum de nós teria direito à Salvação. Se esta mensagem é correta, onde está o D'us de misericórdia que é tão falado na Bíblia? Creio em um D'us que é perdoador e que não leva em consideração um pequeno erro nosso, Nadav e Aviú, cometeram o pecado de levar algo indigno ao Santo dos Santos e nem por isso, tudo aquilo que haviam feito durante os anos em que ajudaram seu pai Aarão no serviço do Tabernáculo foi esquecido. Por isso, se errarmos, devemos pedir perdão. O Eterno Nosso D'us nos fez uma promessa de vida eterna e com certeza Ele há de cumpri-la, mesmo que erremos por um motivo ou outro. Não digo que devemos sair a pecar o tempo todo, porém se pecarmos basta pedir perdão e nos arrependermos de todo nosso coração e continuaremos a ter direito a esta vida maravilhosa diante da Presença Santa do Rei dos reis e Senhor dos senhores.

E na certeza de que a salvação está disponível para todos nós.