Geraldo Magela de Oliveira

Contato

De volta ao Nosso Íntimo - Crônicas do Oliver

Crônicas do Oliver

De volta ao Nosso Íntimo

Olá,

Em um bate papo com amigos um dia destes, tive o privilégio de acariciar meus ouvidos com tamanha sabedoria dos interlocutores. Eram pessoas ímpares em seu trato e principalmente na capacidade de verbalizar os seus pensamentos. Pensamentos estes que caíram como uma luva ante o que eu passava naquele dia. Falamos sobre família, trabalho, política e principalmente sobre a nossa espiritualidade. O resultado deste diálogo, foi um chamado urgente a nos concentrarmos em o que podemos fazer para conviver melhor uns com os outros. Chegamos a este tema por causa da dureza em que tratamos uns aos outros no dia a dia. É um total despreparo no trato com o nosso semelhante, seja em casa, no trabalho, na igreja e principalmente nas ruas. Lidamos uns com os outros como se fôssemos inimigos. Agimos com um pedinte de tal forma que o mais incrédulo teria vergonha. Pois, estes são os cristãos de hoje em dia. um povo ensimesmado que não tem o mínimo pudor em falar mal do outro. Um povo que não sente vergonha em negar um prato de alimento a quem necessita. Um povo que é capaz de negar um afago, um abraço ao seu filho mesmo sabendo que ele anda triste. Ora, este povo é aquele que se diz salvo e que será residente eterno na Jerusalém Celestial. O tempo da conversa foi passando e a cada momento nos sentíamos mais tristes ao ver o caminho que a igreja tem trilhado. Este caminho da soberba, da ganância, da vingança e dos maus tratos é justamente o caminho que o inimigo de nossas almas escolheu para cada um de nós. E se assim permanecermos, cada dia mais nos afundaremos no lamaçal do qual Jesus pagou um preço altíssimo para de lá nos tirar. Voltaremos ao vômito? Creio ser o momento de nos voltarmos para nós mesmos e buscar no verdadeiro evangelho tudo aquilo que precisamos para sermos novamente a Noiva do Cordeiro. Digo verdadeiro aquele evangelho firmado pela boa Palavra e não pelo acúmulo de bens. O cristão está melhor de vida hoje? Sim com certeza. Mas. nem por isso devemos deixar que este sucesso financeiro nos suba à cabeça e nos transforme em criaturas vis que somente pensam em amealhar cada vez mais. O temo da mudança chegou e é agora. São 23:59:59 e um novo dia está para começar. Vamos permanecer como somos? Ou vamos nos transformar naquilo que D'us escolheu para cada um de nós? O momento de voltar ao nosso íntimo mais profundo e reconhecer o quanto temos sido falhos, é este. Não percamos tempo. O segundo seguinte poderá não ser tempo bastante para esta mudança. Que O Eterno e Bondoso D'us tenha misericórdia de cada um de nós e nos dê mais uma chance de mudarmos o nosso ser.

Na certeza de que posso e vou mudar. Espero um dia novo em minha vida com a firmeza e a doçura do Evangelho em minha vida.