Geraldo Magela de Oliveira

Contato

Um AMOR doendo na Alma - Crônicas do Oliver

Crônicas do Oliver

Um AMOR doendo na Alma

Olá,

Há bem poucos dias tive o privilégio de atender uma ligação de um rapaz que não via há muito tempo. Este jovem é alguém que marcou minha vida durante muito tempo, dado ser eu um grande admirador de sua mãe. Esta mãe é uma das melhores pessoas que passaram por mim em toda a minha caminhada e atender este telefonema me levou a um passado distante no qual tive alegrias e tristezas, amores e desamores, fracassos e sucessos e o mais importante tive um aprendizado ímpar. Pois este jovem veio a mim em um ímpeto de saudade e carinho para desabafar e também se fosse possível uma palavra de conforto e confiança. Veio a mim para dizer que está sofrendo por amor. Só que no caso dele não é um sentimento normal. Ele se apaixonou novamente por alguém que nunca deixou de amar. É um tanto engraçada a situação. Como se apaixonar por alguém que nunca deixou de amar?

A amada deste jovem foi seu grande amor de infância, mocidade e princípio de vida adulta, porém por imprevistos e atitudes de quem não ama e não sabe ser amado, o casal foi enredado em uma teia sórdida de fofoca e traição. O resultado, ele se afastou dela por não entender o que estava acontecendo. O pior de tudo é que quando ele acordou já não havia o que fazer. O jovem sonhador então começou a trilhar um novo caminho para sua vida e a reconstruiu de uma forma maravilhosa. Mas, como nem tudo na vida são flores, ele sempre a reencontrou por breves momentos e aquela chama nunca apagou. Passado algum tempo ele começou a vê-la de forma preparada pelo acaso e todo aquele sentimento voltou com uma força inimaginável levando-o a não pensar em outra coisa a não ser em sua amada. Esta amada também reconstruiu sua vida e pelo que me foi informado ainda nutre um grande sentimento por este jovem. Mas, será justo com os companheiros atuais? Será justo com os dois amados? O conselho que ele queria era saber o que devia fazer. Ele me perguntou porque o Amor pode doer tanto? Por que a vida prega estas peças nas pessoas? Por que existem pessoas tão más? Foram perguntas que me deixaram mudo. Mudo por imaginar o tanto que este casal sofreu por seu amor. Mudo por saber que os desígnios superiores não são para nosso entendimento e sim para que aprendamos com o decorrer de nossas vidas. O que o espera não posso dizer, mas creio que o melhor será feito. O melhor desta conversa foi poder enxergar em outro aquilo que eu também senti. O amor é algo insano, feroz e ao mesmo tempo puro. É a maior força do universo e portanto pode transformar a mal em bem, tristeza em alegria e assim formar algo novo de cada um de nós.

Disse a ele que agradecesse a D'us por tudo o que ele possuía e por tudo que viveu e assim nos despedimos sabendo que apesar de doer até a Alma, o Amor pode nos renovar por inteiro.

Um brinde ao Amor e um bem haja a todos os que amam.