Geraldo Magela de Oliveira

Contato

Porque adoecemos tanto? - Crônicas do Oliver

Crônicas do Oliver

Porque adoecemos tanto?

Olá,

Durante o período de Pandemia do Covid19 vimos uma infinidade de pessoas doentes, alguns histéricos, outros totalmente relaxados como se fossem imunes a qualquer coisa e muitos com uma preocupação saudável no que diz respeito ao contágio e tratamento desta terrível doença que vitimou mais de um milhão e oitocentas mil pessoas em todo o mundo. Dentre todas estas tribos podemos enxergar alguns aproveitadores que usurpam do sofrimento alheio a fim de auferir alguma vantagem pessoal ou financeira. Estes são o que podemos chamar de os mais doentes. Doentes sim, porque a doença da maldade, da hipocrisia, do descaso e do desamor tem matado muito mais do que qualquer peste que já assolou o planeta. Covid19 é fichinha para estes. Aproveitam-se de dados, de sentimentos e fazem com que a vida dos familiares de doentes se torne um verdadeiro martírio, isso sem falar do mal emocional que causam. A estes devemos lançar nosso repúdio afim de que alguém os enxergue e faça com que sejam autuados e devidamente punidos. Mas, como fazer com que isso aconteça? Em primeiro lugar mudando a nós mesmos. Sim. Precisamos parar de achar que o mundo gira ao redor de nossos umbigos. Achamos que somos especiais e que não há ninguém mais importante que nós e os nossos. Devemos ter a consciência de que não passamos de vermes. Somos um bando de miseráveis com síndrome de grandeza. Alguns de nós acham que o dinheiro compra tudo. Na verdade o dinheiro é como o fogo. Pouco nos deixa com frio, na quantidade certa aquece-nos durante o inverno e em excesso incendeia nossa casa no verão. Mas como saber qual a quantidade certa? Somente o sabem aqueles que são verdadeiramente ricos como diz o provérbio do Talmud, "Quem é rico? Aquele que se satisfaz com o que possui." Então, é hora de pensarmos em quem realmente somos. É hora de enxergar que a ganância, a soberba, o desamor, a incredulidade, o egoísmo, a hipocrisia e a falta de são as maiores causas de todas as nossas doenças. E a maior delas é a falta de amor pelo nosso próximo. Covid19, Aids, Câncer, Cardiopatias, Isquemias, Diabetes e suas associadas podem ser tratadas e fazer com que vivamos de uma forma melhor. Mas a falta de amor pelo próximo a ciência não tem como tratar e muito menos curar. A cura deve acontecer de dentro para fora e começa quando enxergamos quem somos diante de todo o universo. Um verme é muito menor que nós e mesmo assim vive melhor. Vivemos tristes e assoberbados por causa de nós mesmos e de nossa ignorância sobre o que o futuro nos reserva. Pare hoje e mude sua vida de maneira permanente, deixe o Amor de D'us entrar em seu coração e fazer a transformação. Para isso você tem que abrir a porta. Em Apocalipse 3:20 está escrito: "Eis que estou à porta e bato, se abrirdes entrarei e cearei contigo e tu cearás comigo" portanto, abra a porta de seu coração e deixe o Espírito de D'us invadir sua alma, mente e coração com tudo o que há de melhor no Reino de D'us. Assim, todas as doenças serão curadas e poderemos fazer diferença entre aqueles que convivemos e seremos exemplo de legado para nossos descendentes.

Porque eu abri a porta de meu coração e hoje estou curado, pronto estou para continuar a caminho dos braços do Pai.