Geraldo Magela de Oliveira

Contato

O Gosto de ter sido Usado - Crônicas do Oliver

Crônicas do Oliver

O Gosto de ter sido Usado

Olá,

Por estes dias estava buscando minha filha em casa de uma tia, quando por acaso passei em frente a uma casa onde viviam pessoas que de uma forma negativa marcaram meu início de vida adulta. Estas pessoas, principalmente o chefe de família soube como poucos humilhar aquele menino que caminhava em busca de se identificar no mundo e ascender profissionalmente. E não fosse a sólida formação recebida de minha mãe, talvez a atitude deste senhor pudesse ter me abalado muito mais. Passado algum tempo fui novamente vítima destas pessoas uma vez que em proveito próprio ou simplesmente por não conseguirem enxergar além do próprio umbigo, fui privado de algo muito importante por causa de fofocas e maldizeres destas pessoas. Porém, a maior dor foi a te ter sido usado em uma teia de mesquinharia e soberba. Porém, como o tempo é o senhor da razão, tive a oportunidade de crescer cada dia mais me tornando o homem que sou hoje. Mágoas? Sim e durante muito tempo as guardei. Tristeza por ter perdido algo muito precioso? Sim sofri demais. Sofri como poucos ao notar que todos caminhavam felizes e eu na minha insignificância chorava pela preciosidade perdida. Mas, como D'us em sua infinita bondade sabe como ninguém cuidar e acalmar aqueles a quem Ele ama, tive a oportunidade de ver um mundo totalmente diferente. Aquilo que poderia ter sido um mal na minha vida, na verdade se transformou em algo maravilhoso. Sim. Pois ao buscar me livrar das memórias e visualizações constantes, aceitei um emprego para viajar. E este foi na minha vida um período mágico, onde tive a oportunidade de conhecer lugares incríveis e pessoas mais incríveis ainda. Ao viajar pelo mundo me reencontrei como pessoa e filho de D’us. Consegui apagar as memórias? Com certeza não. Mas um ganho enorme em minha vida aconteceu. Cresci profissionalmente, culturalmente e o principal, tive a oportunidade de me reencontrar com D'us e fazer uma verdadeira metamorfose em minha vida. Mas a razão principal de eu contar um trecho de minha vida, foi constatar com imensa tristeza no meu coração que aquelas pessoas que se achavam superiores àquele menino de família disfuncional e com parcos recursos, ficou em uma situação triste. Triste sim. Pois você pode ter recursos financeiros e boa morada. Mas o principal que é a paz de ter feito boas coisas na vida e que tem o maior valor não possuem. Arrependeram? Não sei e não me preocupo em saber. O perdão? Há muito foi dado. Aquela preciosidade perdida? O futuro me mostrou que todas as coisas são possíveis e que novas oportunidades surgem o tempo todo e o que hoje parece impossível, o amanhã pode abrir uma fresta e assim poder contemplar toda a doçura de um tempo perdido. O que vamos ganhar com isso? Não sei ao certo. O que sei é que a vida nos proporciona surpresas diárias regadas a muita emoção. E hoje peço que os nossos dias sejam cada dia mais emocionantes e repletos de coisas alegres. Pois a alegria é um dos maiores presentes que D'us pode nos dar.

Na certeza de que caminhando com D'us serei uma pessoa muito melhor, sigo em frente agradecendo pelas experiências do passado, as alegrias do presente e a certeza de um futuro brilhante.